Bem Vindo Visitante 8149703. Hoje é Terça-Feira, 02 de Setembro de 2014· PESQUISAR · SITEMAP · VERSÃO INGLÊS

Produced by Adrian Frey   |   Developed by Claudio Fauvrelle

 
KPMG Mozambique
 
Publicidade
Anuncie Aqui!

Motorcare Moçambique
 
Últimos Classificados

Oferta De Trabalho Na Escola Françesa De Maputo (362)
Trabalhe Para O Unicef Moçambique: 11 Vagas Disponíveis Até 1 De Setembro (517)
Terrenos No Bilene (465)
1999 Honda Crv (355)
Oportunidade De Carreira (891)
Professor De Piano E Pianista (1091)


Últimos Concursos

Fornecimento De Mobiliário De Escritório, Manutenção E Reparação De Paineis Solares A Nível Da Região Norte
Construção Do Edifício Para O Serviço Distrital De Educação, Juventude E Tecnologia De Moma/aquisição De Uma Mini-bus E Uma Viatura Protocolar/aquisição De Mobiliário E Equipamento De Escritório
Manutenção E Reabilitação Do Seu Imóvel Para O Tribunal Aduaneiro De Inhambane
 

Moçambique Câmbios

MoedaCompraVenda
EUR40,0640,32
USD30,4130,61
ZAR2,862,88

Data: 1/09/2014
Fonte: Banco Moçambique
Admin LogIn
Username

Password



Noticias para Economia E Negócios

Dívidas de empresas ao fisco de 100 milhões de meticais em Moçambique




Ouvir com webReader
Enviar a um Amigo!


Publicidade
Hotel Cardoso




clubofmozambique (2009-05-12) As dívidas ao fisco de empresas que operam em Moçambique são “preocupantes” e ultrapassam 100 milhões de meticais (cerca de três milhões de euros), revelou esta segunda-feira o presidente da Autoridade Tributária de Moçambique, Rosário Fernandes.

Segundo Rosário Fernandes, que falava numa palestra organizada pelo Centro de Estudos de Moçambique (CEMO), o montante resulta de dívidas fiscais acumuladas nos últimos anos por grandes e médias empresas.

“Quando os sujeitos passivos não honram os seus compromissos, há um acumular de dívidas. Neste momento, temos um saldo de 102 milhões de meticais da dívida fiscal (cerca de três milhões de euros), o que é preocupante”, observou o presidente da Autoridade Tributária de Moçambique.

As autoridades fiscais estão a negociar com os devedores o pagamento dos valores em dívida, porque “só com o diálogo directo é que se irá conseguir a recuperação das dívidas”, afirmou Rosário Fernandes.

“Só com diálogo directo é que podemos conseguir recuperar o dinheiro, o mecanismo não pode ser outro. Os agentes devem reconhecer a dívida, honrar os compromissos e pagá-la nos termos da lei”, sublinhou.

O presidente da Autoridade Tributária de Moçambique admitiu a possibilidade do recurso à hasta pública, para a recuperação das dívidas ao fisco, mas mostrou dúvidas quanto à viabilidade da alternativa.

“O Estado pode recuperar a dívida fiscal em hasta pública, embora nem sempre se consiga amealhar 100 por cento do valor do produto lançado no mercado”, assinalou.

fonte: Lusa/AO Online





Pin It




Comentar Print this article | Esta notícia foi lida : 412 vezes.

Publicidade
Anuncie Aqui!

BeForward Japanese Used Cars
Parceiros


Vodacom Moçambique


Cardoso Hotel


Internet Solutions


Frexpo


Pam Golding Mozambique


LM Radio


Combustíveis
Gasolina Diesel
MT47.52 p/litro* MT36.81 p/litro*

* preços vàlidos para Maputo, Beira e Nacala

O Governo alterou os preços no dia 06/07/2011
Visto melhor com uma resolução de 1024x768 px.
   WAP Enabled