Bem Vindo Visitante 8251610. Hoje é Terça-Feira, 16 de Setembro de 2014· PESQUISAR · SITEMAP · VERSÃO INGLÊS

Produced by Adrian Frey   |   Developed by Claudio Fauvrelle

 
KPMG Mozambique
 
Publicidade
Anuncie Aqui!

Motorcare Moçambique
Crystal Smile
 
Últimos Classificados

Mitsubishi Pajero Io (195)
Oferta De Trabalho Na Escola Françesa De Maputo (608)
Trabalhe Para O Unicef Moçambique: 11 Vagas Disponíveis Até 1 De Setembro (914)
Terrenos No Bilene (674)
1999 Honda Crv (488)
Oportunidade De Carreira (1103)


Últimos Concursos

Fornecimento De Mobiliário De Escritório
Equipamento De Cozinha Industrial E Lavandaria E Electrodomésticos E Loiça
Aquisição De Equipamento De Segurança Electrónica Para Ieda
 

Moçambique Câmbios

MoedaCompraVenda
EUR39,3039,56
USD30,3730,57
ZAR2,772,79/td>

Data: 15/09/2014
Fonte: Banco Moçambique
Admin LogIn
Username

Password



Noticias para Economia E Negócios

Governo de Moçambique cria Fundo Distrital de Desenvolvimento




Ouvir com webReader
Enviar a um Amigo!


Publicidade
Hotel Cardoso




clubofmozambique (2009-12-16) O Governo moçambicano aprovou terça-feira um decreto que cria o Fundo Distrital de Desenvolvimento para a população com dificuldades para contrair empréstimos bancários nos distritos, alterando a actual modalidade de concessão de créditos a essas regiões.

O executivo de Maputo atribui anualmente mais de sete milhões de meticais (300 mil dólares) do Orçamento de Estado a cada um dos 128 distritos para projectos de combate à pobreza.

Nas regiões mais pobres reside mais da metade da população moçambicana, estimada em 20,2 milhões de habitantes.

O Fundo Distrital de Desenvolvimento3pretende “flexibilizar a gestão orçamental e facilitar os mecanismos de transferência” dos habitualmente designados “sete milhões”, disse o porta-voz do Governo, Luís Covane.

Em declarações aos jornalistas, Luís Covane referiu que o fundo se destina “essencialmente a pessoas com muitas dificuldades para recorrer aos bancos para conseguir empréstimos”.

O Fundo Distrital de Desenvolvimento é uma instituição pública dotada de personalidade jurídica, autonomia administrativa e financeira, que funcionará em todos os distritos do país, continuará a ser controlado pelo Conselho Consultivo, mas “será tutelado pelo governador provincial”, com poderes de decisão sobre o mesmo, disse Luís Covane.

Os governadores das províncias moçambicanas terão competência para “homologar os planos anuais do fundo, autorizar a recepção de donativos externos, abertura de contas do fundo em bancos comerciais, homologar relatórios de actividades e de contas, e promover inspecções regulares ao funcionamento do fundo”, assinalou.

fonte: macauhub


Pin It




Comentar Print this article | Esta notícia foi lida : 2364 vezes.

Publicidade
Anuncie Aqui!

BeForward Japanese Used Cars
Qatar Airways
Parceiros


Vodacom Moçambique


Cardoso Hotel


Internet Solutions


Frexpo


Pam Golding Mozambique


LM Radio


Combustíveis
Gasolina Diesel
MT47.52 p/litro* MT36.81 p/litro*

* preços vàlidos para Maputo, Beira e Nacala

O Governo alterou os preços no dia 06/07/2011
Visto melhor com uma resolução de 1024x768 px.
   WAP Enabled