Bem Vindo Visitante 7396491. Hoje é Quarta-Feira, 23 de Abril de 2014· PESQUISAR · SITEMAP · VERSÃO INGLÊS

Produced by Adrian Frey   |   Developed by Claudio Fauvrelle

 
KPMG Mozambique
 
Publicidade
Anuncie Aqui!

Motorcare Moçambique
 
Últimos Classificados

Frexpo Auto: Vende-se Volvo S80 2.0t (90)
Frexpo Auto: Vende-se Volvo Xc90 T6 (103)
Camião E Veículo à Venda (170)
AnÚncio De Vagas Save The Children 2 (321)
AnÚncio De Vagas Save The Children (229)
Club Of Mozambique: Vaga De Jornalista (296)


Últimos Concursos

Fornecimento De Aparelhos De Ar-condicionado
Fornecimento De Prestação De Serviços De Viagens
Fornecimento De Equipamento Informático
 

Moçambique Câmbios

MoedaCompraVenda
EUR41,9842,26
USD30,4330,63
ZAR2,912,93

Data: 14/04/2014
Fonte: Banco Moçambique
Comentários

Envie-nos seu comentário sobre este website.

Últimos Comentários
Visitantes Online
Online Visitors: 16

Admin LogIn
Username

Password



Noticias para Mineração E Energia

Mina de carvão de Moatize da Vale Moçambique está quase pronta




Ouvir com webReader
Enviar a um Amigo!


Publicidade




clubofmozambique (2010-07-21) A mineradora Vale já completou 75% das obras necessárias para começar a produzir carvão mineral em Moçambique. A informação foi confirmada nesta terça-feira (20) pelo gerente-geral de Finanças da companhia, Fábio Bechara. Até agora, a empresa já investiu US$ 719 milhões na fase de montagem da Mina de Moatize, na província de Tete, que começará a exportar carvão metalúrgico e térmico em Junho do ano que vem. O total de investimentos deve chegar a US$ 1,3 bilhão.

Os mercados em vista são Brasil, Europa, China, Índia e Japão, num total estimado de exportações da ordem de 1,2 milhão de toneladas (t) de minério em 2011, com perspectiva de crescimento a partir de 2013. As reservas do minério em Moçambique são estimadas em 870 milhões de toneladas.

"Logística é uma das maiores discussões aqui", disse Bechara, durante palestra na Conferência de Carvão de Moçambique, que reuniu em Maputo técnicos, agentes governamentais e empresários do sector. "Não é fácil, mas é possível atingir todos os objectivos. E a Vale já está preparada para ajudar".

Segundo ele, nenhum plano da empresa foi alterado por eventuais dificuldades na logística moçambicana de transportes, produção ou exportações. Um dos últimos gargalos solucionados, informou Bechara, foi o Porto de Nacala, onde um cais temporário foi activado e deve atender às necessidades dos exportadores de minério por até dois anos. Dois navios cargueiros estão em construção e uma linha ferroviária está a ser adequada para transportar o carvão pelos mais de 900 quilómetros (km) que separam a Mina de Moatize do Porto de Nacala.

A Vale começou a operar em Moatize em 2004, quando ganhou a concorrência para fazer estudos de viabilidade no local, a mais de 1,7 mil km ao norte da capital moçambicana. Em 2007, a empresa brasileira recebeu autorização de lavra e iniciou as obras de implantação da mina no ano seguinte.

Antes de começar as escavações, a empresa precisou realocar 1,3 mil famílias. Só nesse processo foram gastos US$ 50 milhões. Os moradores receberam novas casas de alvenaria e telhado de zinco.

Além da mina de carvão mineral a céu aberto na província de Tete, a Vale já faz estudos preliminares para extrair fosfato e níquel em Moçambique. A empresa actua em 35 países e tem mais de 100 mil empregados. É a segunda maior mineradora do mundo e a primeira em exploração de minério de ferro.

A economia de Moçambique será muito impactada pelas exportações de carvão mineral. Só a Mina de Moatize deve gerar, entre empregos directos e indirectos, 50 mil postos de trabalho quando estiver a funcionar a plena carga. De acordo com a Vale, 90% dos funcionários são moçambicanos. O sector passará, nos próximos anos, a responder por até 10% do Produto Interno Bruto (PIB) do país.

Fonte: RM


Pin It




Comentar Print this article | Esta notícia foi lida : 1920 vezes.

Publicidade
Anuncie Aqui!

BeForward Japanese Used Cars
Parceiros


Vodacom Moçambique


Cardoso Hotel


Internet Solutions


Frexpo


Pam Golding Mozambique


LM Radio


Opinião
Qual a sua opinião acerca da inspecção de viaturas?

Uma boa decisão!

Deviam melhorar as infra-estruturas primeiro!

Discordo, não é preciso!

As exigências são muito severas, não há dinheiro para tantas alterações!

Combustíveis
Gasolina Diesel
MT47.52 p/litro* MT36.81 p/litro*

* preços vàlidos para Maputo, Beira e Nacala

O Governo alterou os preços no dia 06/07/2011
Visto melhor com uma resolução de 1024x768 px.
   WAP Enabled