Bem Vindo Visitante 8506615. Hoje é Sabádo, 25 de Outubro de 2014· PESQUISAR · SITEMAP · VERSÃO INGLÊS

Produced by Adrian Frey   |   Developed by Claudio Fauvrelle
Vodacom Mozambique
 
KPMG Mozambique
 
Publicidade
Anuncie Aqui!

Motorcare Moçambique
Crystal Smile
 
Últimos Classificados

Salgados Caseiros (95)
Para Aluguer: Escritórios Modernos E Mobilados (353)
Mitsubishi Pajero Io (729)
Oferta De Trabalho Na Escola Françesa De Maputo (1246)
Terrenos No Bilene (1145)
1999 Honda Crv (877)


Últimos Concursos

Fornecimento De Bens, Manutenção E Reparação, Arrendamento De Imovel
Fornecimento De Bens E Prestação De Serviços Ao Estado
Prestação De Serviços, Empreitada De Obras, E Fornecimento
 

Moçambique Câmbios

MoedaCompraVenda
EUR38,9639,21
USD30,7730,97
ZAR2,812,83

Data: 24/10/2014
Fonte: Banco Moçambique
Admin LogIn
Username

Password



Noticias para Moçambique

Malária e Hiv/Sida, as doenças que mais matam em Moçambique




Ouvir com webReader
Enviar a um Amigo!


Publicidade




clubofmozambique (2010-03-25) A Malária é a principal causa de morte em Moçambique, seguida do HIV/SIDA, com 29 e 27 por cento respectivamente, segundo resultados do Inquérito Nacional sobre Causas da Mortalidade em Moçambique (INCAM).

O inquérito foi tornado público esta quinta-feira na cidade de Maputo, pelo Instituto Nacional de Estatísticas (INE).
Trata-se de um inquérito realizado em 2007, abrangendo cerca de Dez mil agregados familiares, a escala nacional, nos quais tinha ocorrido óbito no ano anterior.

De referir que 54 por cento dos óbitos estudados são do sexo masculino e 46 do feminino. Mais de metade das mortes registadas na amostra ocorreram em crianças menores de 15 anos.

Por outro lado, 29 por cento da amostra corresponde às áreas urbanas e 71 por cento às rurais.

Numa análise por idade, a Malária figura como a principal causa da mortalidade entre crianças de zero aos 14 anos, sendo o segundo responsável pela morte de pessoas entre os 14 e 49 anos de idade.

De referir que na faixa dos 50 anos em diante, as doenças do sistema circulatório e a Malária contribuem quase de forma equitativa na mortalidade.

Enquanto isso, o HIV/SIDA é a principal causa de mortalidade entre pessoas dos 15 aos 50 anos, atingindo o pico no grupo dos 25 aos 49 anos.

De sublinhar que, nas causas de mortalidade neo-natal, ou seja em bebés de zero a 28 dias de vida, a ‘sepsis bacteriana’ (infecção geral grave do organismo) figura em primeiro lugar, seguida de factores maternos e relacionados com a duração da gravidez.

O mesmo inquérito verificou que a Malária mata mais nas províncias do Norte e Centro do país, bem como na província de Inhambane, já no Sul, enquanto que o HIV/SIDA é o principal responsável pela mortalidade nas províncias do Sul, nomeadamente a de Gaza, Maputo província e Cidade.
A malária é tambem a principal causa de mortalidade na zona rural, enquanto que o HIV/SIDA mata mais na zona urbana.

Numa análise das causas de morte de pessoas em tratamento ou nao, o inquérito aferiu que a maior parte que perdeu a vida por causa da Malária não estava em tratamento, enquanto que as que morreram de HIV/SIDA estavam em tratamento.

O mesmo estudo sublinha que a maior parte das pessoas que morre por HIV/SIDA o tratamento era efectuado em casa por um activista, seguido de uma farmácia, em casa de um curandeiro, familiar e, por fim, numa unidade sanitária.

Para o Ministro da Saúde, Ivo Garrido, este relatório vem mostrar claramente que os grandes problemas do país são mesmo a Malária e HIV/SIDA e que quando se fala da mortalidade infantil há que prestar mais atenção aos problemas peri-natais.

fonte: Rádio de Moçambique


Pin It




Comentar Print this article | Esta notícia foi lida : 1923 vezes.

Publicidade
Anuncie Aqui!

BeForward Japanese Used Cars
Parceiros


Vodacom Moçambique


Cardoso Hotel


MMO, Mozambique Managed Offices Lda


Internet Solutions


Frexpo


Pam Golding Mozambique


Combustíveis
Gasolina Diesel
MT47.52 p/litro* MT36.81 p/litro*

* preços vàlidos para Maputo, Beira e Nacala

O Governo alterou os preços no dia 06/07/2011
Visto melhor com uma resolução de 1024x768 px.
   WAP Enabled