Bem Vindo Visitante 8136054. Hoje é Domingo, 31 de Agosto de 2014· PESQUISAR · SITEMAP · VERSÃO INGLÊS

Produced by Adrian Frey   |   Developed by Claudio Fauvrelle

 
KPMG Mozambique
 
Publicidade
Anuncie Aqui!

Motorcare Moçambique
 
Últimos Classificados

Oferta De Trabalho Na Escola Françesa De Maputo (307)
Trabalhe Para O Unicef Moçambique: 11 Vagas Disponíveis Até 1 De Setembro (423)
Terrenos No Bilene (431)
1999 Honda Crv (329)
Oportunidade De Carreira (842)
Professor De Piano E Pianista (1067)


Últimos Concursos

Fornecimento De Mobiliário De Escritório, Manutenção E Reparação De Paineis Solares A Nível Da Região Norte
Construção Do Edifício Para O Serviço Distrital De Educação, Juventude E Tecnologia De Moma/aquisição De Uma Mini-bus E Uma Viatura Protocolar/aquisição De Mobiliário E Equipamento De Escritório
Manutenção E Reabilitação Do Seu Imóvel Para O Tribunal Aduaneiro De Inhambane
 

Moçambique Câmbios

MoedaCompraVenda
EUR40,0940,35
USD30,4230,62
ZAR2,852,87

Data: 30/08/2014
Fonte: Banco Moçambique
Admin LogIn
Username

Password



Noticias para Moçambique

Tsunamis entram no Sistema de Gestão de Desastres Naturais em Moçambique




Ouvir com webReader
Enviar a um Amigo!


Publicidade
Hotel Cardoso




clubofmozambique (2011-01-24) Brigadas técnicas do Instituto Nacional de Meteorologia (INAM) foram enviadas paras a cidade da Beira, na província central de Sofala, Nacala e Pemba, nas províncias nortenhas de Nampula e Cabo Delgado, para avaliar o impacto em caso da ocorrência de tsunamis naquelas zonas costeiras de Moçambique.

Mussa Mustafá do INAM, explicou que os tsunami são desastres naturais que se formam nas profundezas dos oceanos e a sua existência associa-se à ocorrência de sismos, debaixo do mar, os chamados maremotos e as cidades costeiras abrangidas pela iniciativa são vulneráveis e estes fenómenos.

As brigadas, segundo Mustafá, estão a trabalhar na sensibilização da comunidade moçambicana sobre a existência deste tipo de desastres, apesar de não serem comuns em Moçambique.

“Nós só acompanhamos pela imprensa noutros países, como e’ o caso da Indonésia, mas estes fenómenos também podem acontecer no nosso país”, disse.

“O que é preciso realçar aqui é que a questão dos tsunami é uma situação não muito conhecida em Moçambique, dada a sua fraca frequência, mas nos últimos anos, o Oceano Índico tem sido marcado por este tipo de ocorrências e é preciso que, a partir de agora, comecemos a incluir naquilo que é o sistema de gestão de desastres em Moçambique, situações desta natureza” explicou Mustafá citado pelo “Diário de Moçambique”, jornal editado na Beira.

Moçambique, mais concretamente a zona costeira das províncias de Nampula e Cabo Delgado, sofreu em 2007 uma os efeitos de um tsunami embora com um impacto mínimo.

“Estes fenómenos nos últimos anos têm marcado o Oceano Índico e Moçambique, daí equipas técnicas estarem a estudar qual poderia ser a magnitude do impacto em caso de se registarem esses desastres”, explicou Mustafá.

Na Beira, Pemba e Nacala, o INAM pretende, entre outros pontos, ver e analisar as características da linha costeira, e definir em caso de tsunami, qual poderá ser a magnitude do impacto e identificar as zonas onde as pessoas poderão se refugiar, bem como as rotas de evacuação e a respectiva sinalização.

Questionado sobre a previsão da ocorrência de um tsunami, a fonte respondeu que “neste momento a previsão de ocorrência do fenómeno está associada à previsão da ocorrência de sismos, principalmente sobre o mar, que se denomina maremoto”.

“Este maremoto acontece quando se dá uma erupção, que é um contraste de massas de terra nas profundezas do oceano, que agitam o estado do mar. Neste caso pode gerar-se o tsunami. A partir desse momento, o fenómeno é acompanhado com técnicas para determinar e monitorar a altura das ondas, a sua velocidade e propagação”, explicou.

A iniciativa que coordenada pelo INAM e enquadra-se no projecto denominado “Projecto do Consórcio do Índico sobre Tsunami em Moçambique”, que conta com apoio financeiro do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Fonte: RM/AIM


Pin It




Comentar Print this article | Esta notícia foi lida : 1005 vezes.

Publicidade
Anuncie Aqui!

BeForward Japanese Used Cars
Parceiros


Vodacom Moçambique


Cardoso Hotel


Internet Solutions


Frexpo


Pam Golding Mozambique


LM Radio


Combustíveis
Gasolina Diesel
MT47.52 p/litro* MT36.81 p/litro*

* preços vàlidos para Maputo, Beira e Nacala

O Governo alterou os preços no dia 06/07/2011
Visto melhor com uma resolução de 1024x768 px.
   WAP Enabled